segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Gravidez na Adolescência



É chocante, mas, a cada ano no Brasil, cerca de 20% das crianças que nascem são filhos de adolescentes. Pois é, essas meninas que vão ser mães normalmente têm menos de 15 anos!

O que é ruim, nisso, não é o fato de elas estarem grávidas, sabe? Mas a maioria não tem como sustentar ou cuidar dessas crianças e muitas vezes acabam abandonando elas por aí! Outras meninas, por não terem o apoio dos pais, fogem de casa e abandonam os estudos.

Sem contar que várias garotas tentam esconder a gravidez porque acham que é muita queimação de filme e procuram clínicas clandestinas para fazer um aborto. Só que elas ignoram que estão colocando em risco a sua própria vida! O aborto, além de ser crime aqui no Brasil, pode até causar a morte e isso é a treva!

O problema é que a maioria dessas meninas não têm a orientação necessária.  

Cara, não é porque você transa que você vai engravidar! Mas, já que você tomou a decisão de fazer sexo é preciso se cuidar. Ou seja: usar os métodos contraceptivos, como camisinha e anticoncepcionais, e etc.

Você já deve ter ouvido alguma amiga dizer que anticoncepcional engorda. Pois é, dá pra acreditar que algumas garotas ficam tão preocupadas com isso que não tomam e acabam engravidando?

Por isso é preciso procurar um profissional para ter uma boa orientação sobre qual método é melhor para o seu corpo, até porque hoje existem vários anticoncepcionais que foram desenvolvidos para causar o mínimo de efeitos possíveis em nosso organismo.

O erro é achar que, se usar anticoncepcional, não é preciso camisinha... A camisinha deve ser sempre usada! Além de prevenir contra a gravidez, ela também previne as DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).

Já a adolescente grávida tem que se conscientizar de que ser mãe é algo para se orgulhar, muito diferente do que algumas pessoas pensam, não é preciso parar a sua vida por causa disso.  Claro que não é fácil encarar sua família, seus colegas e até seus amigos, mas a gravidez não é um empecilho, ela acrescenta uma coisa maravilhosa a você: uma vida a partir da sua!

Então, o nosso conselho para essas garotas é que elas busquem o apoio de sua família!  Alguns pais não querem aceitar que as filhas já têm uma vida sexual, imaginam que vão ser avós! Mas, depois de um tempo, eles acabam aceitando! Nossos pais, apesar de quase nunca parecer (afinal, eles vivem pegando no nosso pé!), só querem o nosso bem, mesmo que nem sempre aceitem nossas atitudes e decisões.

A garota grávida também tem que pedir o apoio do próprio pai do bebê e ter um médico para falar sobre os cuidados que ela deve ter nesse período, os exames que tem que fazer e tudo mais!

Gente, gravidez (mesmo que precoce) não é doença e não tem motivo pra ser tratada assim! Agora, se não é seu grande sonho ser mãe na adolescência, é bom se prevenir, viu?

Fica a dica! 

Beijinhos! ;D

Nenhum comentário:

Postar um comentário